jusbrasil.com.br
8 de Abril de 2020
    Adicione tópicos

    Promotor de Justiça acusado de cometer cinco crimes recorre ao STF

    Publicado por Última Instância
    há 10 anos

    A defesa do promotor de Justiça do MP-PB (Ministério Público da Paraíba), Carlos Guilherme Santos Machado, impetrou um habeas corpus no STF (Supremo Tribunal Federal) para suspender imediatamente o andamento do processo que ele responde por cinco crimes. O acusado é promotor público da cidade de Cajazeiras (PB). O habeas corpus tem como relatora a ministra Carmem Lúcia Antunes Rocha.

    Ele responderá pelos crimes de: lesão corporal gravíssima contra o irmão de sua namorada, constrangimento ilegal com causa de aumento de pena relativa ao emprego de arma de fogo contra uma criança de 10 anos, tentativa de violação de domicílio qualificada, falsificação, corrupção, adulteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais e desobediência.

    De acordo com a denúncia, no dia 14 de jun...

    Ver notícia na íntegra em Última Instância

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)